Câmara conclui votação de destaques e aprova PEC da Nova Previdência em 1º turno
Operação prende duas pessoas e evita prejuízo futuro de R$ 241 milhões na Região Sul

Duas pessoas foram presas temporariamente, nesta terça-feira (14), durante a operação Octopus, da Força-Tarefa Previdenciária, por fraudar aposentadorias por idade, por tempo de contribuição e pensões por morte. Além das prisões, foram cumpridos 17 mandados de busca e apreensão em seis cidades na região sul: Curitiba (PR), Araucária (PR), Pontal (PR), Jaraguá do Sul (SC), Erechim (RS) e Marcelino Ramos (RS). A 23ª Vara Federal de Curitiba determinou, ainda, o arresto de bens e o bloqueio de contas bancárias dos envolvidos, bem como o afastamento, de servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), de cargos de chefia e das atividades de concessão de benefícios previdenciários.

Para obter os benefícios fraudulentos, a organização criminosa criou cerca de 800 vínculos empregatícios fictícios para mais de 500 trabalhadores, utilizando nomes de familiares dos criminosos. Os vínculos eram inseridos nos sistemas do INSS, com registro de tempo de serviço que variava entre 1 e 15 anos de trabalho.

As investigações tiveram início em 2017, a partir de denúncias recebidas pela Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. Foi identificado que a organização atuava desde 2013 e era chefiada por um agenciador de aposentadorias reincidente em crimes contra a Previdência. Há também fortes indícios de que o esquema criminoso contava com a participação de dois servidores do INSS, três contadores, dois advogados e outros intermediários de benefícios previdenciários.

A CGINT estima um prejuízo aproximado de R$ 3,7 milhões com o pagamento de 53 benefícios obtidos de forma fraudulenta. Contudo, com a deflagração dessa operação, o valor do prejuízo evitado é de pelo menos R$ 25,6 milhões, levando-se em consideração a expectativa de sobrevida da população brasileira.

No entanto, considerando o valor médio da economia com os 53 benefícios analisados e a anulação dos cerca de 800 vínculos fraudulentos, evitou-se um prejuízo de R$ 241 milhões, referente a pagamentos futuros dos 500 benefícios que poderiam ser concedidos com essas informações falsas.

Os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa, estelionato e inserção de dados falsos em sistemas corporativos do governo federal, com penas que podem chegar a 20 anos de prisão.

A operação contou com a participação de 70 policiais federais e o apoio de 10 servidores da CGINT. O nome Octopus foi escolhido em alusão aos tentáculos do polvo, assemelhando-se ao modus operandi utilizado pela organização criminosa para alcançar seus objetivos.

 

 

Informações para a imprensaCamilla Andrade(61) 2021-5109/5009imprensa@previdencia.gov.brSecretaria de Previdência

  • 17/07/2019 Nota Premiada Bahia anuncia os dez contemplados do sorteio de julho
  • 17/07/2019 Prêmio Nacional de Educação Fiscal está com as inscrições abertas
  • 16/07/2019 Sefaz notifica 10 mil empresas que não entregaram declaração do Simples
  • 15/07/2019 Lojistas participantes da Liquida Feira poderão parcelar o ICMS
  • 12/07/2019 Bilhetes para o sorteio de julho da NPB estão disponíveis para consulta
  • ..

  • Alfândega da Receita Federal no Aeroporto de Viracopos apreende 49 kg de cocaína em bolsas de viagem
  • OCDE e Brasil compartilham os resultados do projeto para alinhar as regras de preços de transferência do Brasil ao padrão da OECD
  • Receita Federal disponibiliza serviço mais ágil de geração de 2ª Via do CPF para declarante do IRPF
  • Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu retém mais de R$ 4 milhões em mercadorias no 1º semestre de 2019
  • Receita Federal localiza 272 kg de cocaína em piso de contêiner no Porto de Santos
  • ..

  • Nota de Falecimento
  • Curso Perícias Judiciais com 10% de desconto para profissionais registrados no CRCBA
  • CRCBA promoveu reunião com representantes de entidades parceiras
  • VII Encontro da Mulher Contabilista do Extremo Sul da Bahia – Eunápolis (30/05/2019)
  • Curso Lucro Real x Lucro Presumido – Santo Antônio de Jesus (24/05/2019)
  • ..

  • Press Clipping FENACON
  • Governo quer reduzir alíquota do IR para máximo de 25%, diz Bolsonaro
  • SESCON CAMPINAS participa do “Universo Contábil com Elas"
  • SESCON-RJ realiza mais um Café com Palestra
  • Modernização do eSocial: novos passos
  • ..

  • Força-Tarefa Previdenciária cumpre mandados em Vila Velha (ES)
  • Câmara conclui votação de destaques e aprova PEC da Nova Previdência em 1º turno
  • Câmara aprova em 1º turno texto-base da PEC da Nova Previdência
  • Relatório é aprovado na comissão especial
  • Servidor do INSS é acusado de fraudar 120 benefícios previdenciários
  • ..

  • Novos financiamentos públicos trazem fôlego ao mercado brasileiro
  • Qual é o lucro ideal?
  • Entenda sobre alguns Conceitos Tributários
  • Contador e a sua Responsabilidade por Crime de Evasão Fiscal
  • Gestão de escritório contábil: principais desafios
  • ..
    NOTÍCIAS

    FOTOS




    ALGUNS DOS NOSSOS CLIENTES...

    Conheça nossa Equipe

    • LUCAS DE ALMEIDA SILVA
    • CICERO RIBEIRO DE ALMEIDA NETO
    • NOEMIA OLIVEIRA DA SILVA
    • VANIA ALVES DA SILVA

    INFORMAÇÕES



    COMO CHEGAR
    Veja mais...

    Visitas (116891), Online agora (5)
    Astecol Assessoria Contábil LTDA
    Praça Austricliano de Carvalho nº 50 - Centro
    Senhor do Bonfim, BA, CEP: 44790-000 - (74) 3541.3507/3794

    WebMaster e Design: Isomi Luiz da Silva