Qual é o lucro ideal?
Riscos fiscais: 5 dicas de como evitar

Documentar toda a operação fiscal de sua empresa e agir conforme a legislação fiscal vigente são maneiras para evitar a atuação do fisco ou riscos fiscais. Para conhecer outras dicas, acesse o link abaixo!


Muitos gestores temem o fisco e com razão. Em primeiro lugar, porque as questões tributárias no Brasil são de grande complexidade. Segundo, por conta das multas e punições reservadas para quem declara erroneamente os impostos. Basta um deslize e poderá estar configurada a sonegação. É preciso, assim, muita atenção para evitar os riscos fiscais. Afinal, a empresa fica sujeita a sanções administrativas, multas e bloqueios das certidões que atestam a sua regularidade fiscal. Em sua maioria os erros são humanos ou processuais e, portanto, facilmente evitáveis. Com esta situação em vista apontamos, a seguir, 5 dicas para evitar os riscos de ordem fiscal. 1. Contenha os riscos fiscais através de um bom planejamento tributário Uma gestão fiscal bem-sucedida começa pelos cuidados que os gestores têm com a organização de informações. Neste tocante o planejamento tributário é um fator central. Com ele a empresa começa definindo de forma adequada o regime tributário do qual irá participar. Seguindo este percurso as questões fiscais podem ser planejadas de forma correta. A prática também ajuda a elaborar um calendário fiscal para seguir melhor os prazos da Receita. Deste modo, fica mais fácil se organizar para o envio e pagamento das obrigações. Naturalmente evitam-se, com isso, os problemas de atrasos e envio de informações erradas. 2. Conheça a legislação tributária Para não cometer deslizes, outro ponto de extrema importância é o conhecimento acerca da legislação tributária. Especialmente porque o sistema utilizado no país muda com frequência suas regras. Consequentemente surgem novos parâmetros, que devem ser observados pelos gestores de empresas. Estar atualizado evita que detalhes passem despercebidos, ocasionando transtornos futuros. Se houver dificuldade no entendimento da legislação a empresa pode recorrer a um especialista. Um contador ajuda a discutir os assuntos fiscais, colaborando na apuração de impostos. Além, é claro, de manter os gestores sempre bem informados sobre prazos e outros detalhes das obrigações acessórias. 3. Faça auditorias periodicamente As auditorias ajudam a diminuir os riscos fiscais, porque identificam falhas processuais. As ações corretivas que derivam delas evitam que a organização tenha de pagar multas no futuro por conta dos erros. Uma auditoria trata do controle de notas fiscais, informações de lançamento, estoque, apuração de impostos, dentre outras atividades. Com relação às medidas tomadas para consertar os erros fiscais, há um detalhe importante. A lei prevê que as multas podem ser reduzidas em até 90%. Basta que o próprio contribuinte efetue o recolhimento dos valores, informando ao órgão competente. 4. Tenha procedimentos padronizados na hora de lidar com as rotinas fiscais Mais uma prática que inibe os erros é a padronização - ela deve ser aplicada às rotinas fiscais do negócio. O objetivo é levar os colaboradores a realizarem a atividade de modo mais seguro, portanto, reduzindo consideravelmente riscos de falha. A padronização dá aos gestores a oportunidade de acompanhar o processo de forma mais consciente. Isto significa que se qualquer etapa for realizada de modo incorreto, ela poderá ser rapidamente corrigida. Assim podem garantir que os processos estejam sempre adequados ao cumprimento de obrigações tributárias e fiscais. 5. Utilize um software de gestão  Por fim, a tecnologia é uma grande aliada dos gestores modernos. O próprio estado investe em soluções informatizadas para lidar com os tributos. Logo, é mais uma razão para investir em um software que ajude a automatizar o processo, tornando-o mais confiável. Este tipo de solução economiza tempo, recursos e proporciona uma gestão eficiente. Atualmente existe uma série de sistemas no mercado para gestão fiscal e tributária. E isto por um custo acessível mesmo para os negócios de porte modesto. Seguindo estas dicas, você evitará os riscos fiscais. Para mais informações sobre contabilidade, concursos e tecnologia, visite o nosso blog, ou entre em contato com a gente!  Edição Blog Contabilidade Cidadã   googletag.cmd.push(function() { googletag.display("div-gpt-ad-1355869586666-1"); }); Escrito Por Andres Lustosa Oliveira ver perfil enviar mensagem mais matérias

  • 17/07/2019 Nota Premiada Bahia anuncia os dez contemplados do sorteio de julho
  • 17/07/2019 Prêmio Nacional de Educação Fiscal está com as inscrições abertas
  • 16/07/2019 Sefaz notifica 10 mil empresas que não entregaram declaração do Simples
  • 15/07/2019 Lojistas participantes da Liquida Feira poderão parcelar o ICMS
  • 12/07/2019 Bilhetes para o sorteio de julho da NPB estão disponíveis para consulta
  • ..

  • Alfândega da Receita Federal no Aeroporto de Viracopos apreende 49 kg de cocaína em bolsas de viagem
  • OCDE e Brasil compartilham os resultados do projeto para alinhar as regras de preços de transferência do Brasil ao padrão da OECD
  • Receita Federal disponibiliza serviço mais ágil de geração de 2ª Via do CPF para declarante do IRPF
  • Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu retém mais de R$ 4 milhões em mercadorias no 1º semestre de 2019
  • Receita Federal localiza 272 kg de cocaína em piso de contêiner no Porto de Santos
  • ..

  • Nota de Falecimento
  • Curso Perícias Judiciais com 10% de desconto para profissionais registrados no CRCBA
  • CRCBA promoveu reunião com representantes de entidades parceiras
  • VII Encontro da Mulher Contabilista do Extremo Sul da Bahia – Eunápolis (30/05/2019)
  • Curso Lucro Real x Lucro Presumido – Santo Antônio de Jesus (24/05/2019)
  • ..

  • Press Clipping FENACON
  • Governo quer reduzir alíquota do IR para máximo de 25%, diz Bolsonaro
  • SESCON CAMPINAS participa do “Universo Contábil com Elas"
  • SESCON-RJ realiza mais um Café com Palestra
  • Modernização do eSocial: novos passos
  • ..

  • Força-Tarefa Previdenciária cumpre mandados em Vila Velha (ES)
  • Câmara conclui votação de destaques e aprova PEC da Nova Previdência em 1º turno
  • Câmara aprova em 1º turno texto-base da PEC da Nova Previdência
  • Relatório é aprovado na comissão especial
  • Servidor do INSS é acusado de fraudar 120 benefícios previdenciários
  • ..

  • Novos financiamentos públicos trazem fôlego ao mercado brasileiro
  • Qual é o lucro ideal?
  • Entenda sobre alguns Conceitos Tributários
  • Contador e a sua Responsabilidade por Crime de Evasão Fiscal
  • Gestão de escritório contábil: principais desafios
  • ..
    NOTÍCIAS

    FOTOS




    ALGUNS DOS NOSSOS CLIENTES...

    Conheça nossa Equipe

    • VANIA ALVES DA SILVA
    • LUCAS DE ALMEIDA SILVA
    • CICERO RIBEIRO DE ALMEIDA NETO
    • DJALMA ALVES DA SILVA

    INFORMAÇÕES



    COMO CHEGAR
    Veja mais...

    Visitas (116910), Online agora (22)
    Astecol Assessoria Contábil LTDA
    Praça Austricliano de Carvalho nº 50 - Centro
    Senhor do Bonfim, BA, CEP: 44790-000 - (74) 3541.3507/3794

    WebMaster e Design: Isomi Luiz da Silva