Data de Publicação: 24-04-2019

Receita Federal já recebeu mais de 19 milhões de declarações do IRPF/2019

23/4/2019 - Coletivas de imprensa aconteceram em toda a região para esclarecimentos do tema
Exibir carrossel de imagens A Receita Federal iniciou nesta terça-feira, dia 23 de abril, a Operação Pandora na 1ª Região Fiscal que abrange o Distrito Federal e os Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins. O objetivo da operação é complementar as ações de fiscalização da regularidade fiscal de pessoas físicas que se utilizam de deduções com Livro Caixa em suas Declarações do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF), envolvendo os profissionais liberais. A ênfase da operação é verificar a existência de despesas escrituradas em Livro Caixa, de caráter fraudulento e/ou sem documentação idônea. Um total de 494,8 mil profissionais liberais em atividade na 1ª Região Fiscal transmitiu DIRPF de 2015 a 2018, informando ao fisco um montante de mais de R$ 29 bilhões em rendimentos tributáveis decorrentes de suas atividades sem vínculos empregatícios e escriturando R$ 5,6 bilhões em Livro Caixa. O grupo selecionado informou despesas de R$ 1,6 bilhões, as quais por sua vez representam, aproximadamente, 29,27% das deduções de Livro Caixa declaradas por todos os profissionais liberais. Enquanto para todos os profissionais a média dessa dedução representa em torno de 5,61% dos rendimentos, observaram-se discrepâncias relevantes para o grupo selecionado. Um comunicado foi enviado a esses contribuintes selecionados, informando sobre a potencial irregularidade ou erros nas despesas informadas em Livro Caixa, referente aos anos-calendário 2014 a 2017, solicitando a retificação de suas declarações de imposto de renda. Após o prazo concedido, aqueles que não regularizarem espontaneamente sua situação fiscal ou apresentarem DIRPFs retificadoras com indícios de irregularidades serão intimados para apresentar a documentação relacionada ao Livro Caixa e poderão ser autuados com aplicação de multa punitiva, que varia de 75% a 225% do imposto apurado, caso sejam detectadas omissões, lançamentos indevidos, erros e afins, sem prejuízo do envio de representação Fiscal para fins penais ao Ministério Público Federal, nos casos de sonegação e fraudes.

Compartilhe

  • 17/05/2019 Confira as datas de vencimento do IPVA durante o mês de maio
  • 15/05/2019 Sai lista dos dez ganhadores de maio da Nota Premiada Bahia
  • 14/05/2019 Bahia investe 121,2% a mais no comparativo entre 2015 e 2019
  • 13/05/2019 Nota Premiada Bahia divulga bilhetes para sorteio de maio
  • 10/05/2019 Concurso para auditor fiscal registra mais de 17 mil inscritos
  • ..

  • Operação Citrus: Receita Federal realiza operação de combate à sonegação na exportação de suco de laranja
  • Brasil conquista o primeiro lugar no Concurso Audiovisual Innovación Social #NAF 2.0
  • Instrução Normativa altera normas para entrega da Escrituração Contábil Digital de sociedades em conta de participação
  • Nova Instrução Normativa regulamenta o parcelamento de débitos perante a Receita Federal
  • Instrução Normativa corrige ano de ocorrência da situação especial de pessoa jurídica para Dirf 2019
  • ..

  • Curso Lucro Real x Lucro Presumido – Santo Antônio de Jesus (24/05/2019)
  • Curso Demonstrativos Contábeis-Financeiros: Elaboração, Divulgação e Análise (Ubaitaba, 23/05/2019)
  • Curso Reforma Previdenciária – Itapetinga (22/05/2019)
  • Curso eSocial, EFD-REINF e DCTF Web – Vitória da Conquista (21/05/2019)
  • Curso eSocial, EFD-REINF e DCTF Web – Irecê (20/05/2019)
  • ..

  • Press Clipping FENACON
  • DCTFWeb substitui a GFIP e exige adaptações nas empresas
  • FENACON entrega à Receita Federal relatório com sugestões para o eSocial
  • Jornal destaca a atuação do SESCON-SP
  • Diretor da FENACON se reúne com senadores
  • ..

  • Leonardo Rolim: Não faz sentido o Brasil subsidiar a previdência dos mais ricos
  • Motoristas de aplicativos devem se inscrever junto à Previdência Social
  • Operação da Força-Tarefa prende 21 pessoas no Maranhão e no Piauí
  • Organização criminosa falsifica 800 contratos de trabalho para fraudar Previdência
  • Mulher é presa em flagrante em Camaragibe (PE)
  • ..

  • Declaração Anual do Mei 2019: Como a Receita Federal Pode Cruzar os Dados dos Microempreendedores
  • Recontratação de ex-funcionários
  • Logística - Item fundamental para se considerar na operação
  • Perícia e a Inteligência Artificial
  • O potencial do RH e a contabilidade que andam juntos
  • ..
    NOTÍCIAS

    FOTOS




    ALGUNS DOS NOSSOS CLIENTES...

    Conheça nossa Equipe

    • NOEMIA OLIVEIRA DA SILVA
    • ANDERSON GONDIM DA SILVA
    • DJALMA ALVES DA SILVA
    • VANIA ALVES DA SILVA

    INFORMAÇÕES



    COMO CHEGAR
    Veja mais...

    Visitas (102141), Online agora (4)
    Astecol Assessoria Contábil LTDA
    Praça Austricliano de Carvalho nº 50 - Centro
    Senhor do Bonfim, BA, CEP: 44790-000 - (74) 3541.3507/3794

    WebMaster e Design: Isomi Luiz da Silva