Data de Publicação: 24-04-2019

Receita Federal arrecadou R$ R$ 109.854 milhões em março

23/4/2019 - Coletivas de imprensa aconteceram em toda a região para esclarecimentos do tema
Exibir carrossel de imagens A Receita Federal iniciou nesta terça-feira, dia 23 de abril, a Operação Pandora na 1ª Região Fiscal que abrange o Distrito Federal e os Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins. O objetivo da operação é complementar as ações de fiscalização da regularidade fiscal de pessoas físicas que se utilizam de deduções com Livro Caixa em suas Declarações do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF), envolvendo os profissionais liberais. A ênfase da operação é verificar a existência de despesas escrituradas em Livro Caixa, de caráter fraudulento e/ou sem documentação idônea. Um total de 494,8 mil profissionais liberais em atividade na 1ª Região Fiscal transmitiu DIRPF de 2015 a 2018, informando ao fisco um montante de mais de R$ 29 bilhões em rendimentos tributáveis decorrentes de suas atividades sem vínculos empregatícios e escriturando R$ 5,6 bilhões em Livro Caixa. O grupo selecionado informou despesas de R$ 1,6 bilhões, as quais por sua vez representam, aproximadamente, 29,27% das deduções de Livro Caixa declaradas por todos os profissionais liberais. Enquanto para todos os profissionais a média dessa dedução representa em torno de 5,61% dos rendimentos, observaram-se discrepâncias relevantes para o grupo selecionado. Um comunicado foi enviado a esses contribuintes selecionados, informando sobre a potencial irregularidade ou erros nas despesas informadas em Livro Caixa, referente aos anos-calendário 2014 a 2017, solicitando a retificação de suas declarações de imposto de renda. Após o prazo concedido, aqueles que não regularizarem espontaneamente sua situação fiscal ou apresentarem DIRPFs retificadoras com indícios de irregularidades serão intimados para apresentar a documentação relacionada ao Livro Caixa e poderão ser autuados com aplicação de multa punitiva, que varia de 75% a 225% do imposto apurado, caso sejam detectadas omissões, lançamentos indevidos, erros e afins, sem prejuízo do envio de representação Fiscal para fins penais ao Ministério Público Federal, nos casos de sonegação e fraudes.

Compartilhe

  • 17/07/2019 Nota Premiada Bahia anuncia os dez contemplados do sorteio de julho
  • 17/07/2019 Prêmio Nacional de Educação Fiscal está com as inscrições abertas
  • 16/07/2019 Sefaz notifica 10 mil empresas que não entregaram declaração do Simples
  • 15/07/2019 Lojistas participantes da Liquida Feira poderão parcelar o ICMS
  • 12/07/2019 Bilhetes para o sorteio de julho da NPB estão disponíveis para consulta
  • ..

  • Alfândega da Receita Federal no Aeroporto de Viracopos apreende 49 kg de cocaína em bolsas de viagem
  • OCDE e Brasil compartilham os resultados do projeto para alinhar as regras de preços de transferência do Brasil ao padrão da OECD
  • Receita Federal disponibiliza serviço mais ágil de geração de 2ª Via do CPF para declarante do IRPF
  • Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu retém mais de R$ 4 milhões em mercadorias no 1º semestre de 2019
  • Receita Federal localiza 272 kg de cocaína em piso de contêiner no Porto de Santos
  • ..

  • Nota de Falecimento
  • Curso Perícias Judiciais com 10% de desconto para profissionais registrados no CRCBA
  • CRCBA promoveu reunião com representantes de entidades parceiras
  • VII Encontro da Mulher Contabilista do Extremo Sul da Bahia – Eunápolis (30/05/2019)
  • Curso Lucro Real x Lucro Presumido – Santo Antônio de Jesus (24/05/2019)
  • ..

  • Press Clipping FENACON
  • Governo quer reduzir alíquota do IR para máximo de 25%, diz Bolsonaro
  • SESCON CAMPINAS participa do “Universo Contábil com Elas"
  • SESCON-RJ realiza mais um Café com Palestra
  • Modernização do eSocial: novos passos
  • ..

  • Força-Tarefa Previdenciária cumpre mandados em Vila Velha (ES)
  • Câmara conclui votação de destaques e aprova PEC da Nova Previdência em 1º turno
  • Câmara aprova em 1º turno texto-base da PEC da Nova Previdência
  • Relatório é aprovado na comissão especial
  • Servidor do INSS é acusado de fraudar 120 benefícios previdenciários
  • ..

  • Novos financiamentos públicos trazem fôlego ao mercado brasileiro
  • Qual é o lucro ideal?
  • Entenda sobre alguns Conceitos Tributários
  • Contador e a sua Responsabilidade por Crime de Evasão Fiscal
  • Gestão de escritório contábil: principais desafios
  • ..
    NOTÍCIAS

    FOTOS




    ALGUNS DOS NOSSOS CLIENTES...

    Conheça nossa Equipe

    • Elielson Oliveira Silva
    • ANDERSON GONDIM DA SILVA
    • LORENA DA SILVA SANTOS
    • DJALMA ALVES DA SILVA

    INFORMAÇÕES



    COMO CHEGAR
    Veja mais...

    Visitas (116914), Online agora (4)
    Astecol Assessoria Contábil LTDA
    Praça Austricliano de Carvalho nº 50 - Centro
    Senhor do Bonfim, BA, CEP: 44790-000 - (74) 3541.3507/3794

    WebMaster e Design: Isomi Luiz da Silva